NU FESTIVAL NU FESTIVAL NU FESTIVAL
NU FESTIVAL
NU FESTIVAL

Nu Festival é uma experiência para você reimaginar a cidade.

Nesta primeira edição, artistas e convidados irão criar um novo circuito de arte pública de São Paulo através de intervenções, performances, talks e workshops.

Toda a programação será realizada no bairro de Pinheiros e terá acesso gratuito, além de transmissão ao vivo pela internet.

NU FESTIVAL



Programação

Todas as atividades acontecem na sede do Nubank, localizada na Rua Capote Valente, 39 - Pinheiros, São Paulo.


30/9 - Sábado

Design

1/10 - Domingo

Diálogos

7/10 - Sábado

Playground

8/10 - Domingo

Interatividade

Dettona Session
12h - 14h
Dettona Session
12h - 14h
Talks
14h João Lelo, Fernando Chamarelli, Renan Santos e Ronah Carraro
Mediação: Bia Bittencourt
15h Guima
16h Instituto a Cidade Precisa de Você
17h Coletivo MUDA
Talks
14h Criola
15h Nega Hamburguer
16h Suriani
17h Gleo
Talks
14h Anne Galante
15h Renato Custódio
16h Nayana Brettas
17h Roni Hirsch
Talks
14h Lina Lopes
15h Visualfarm
16h Artikin
17h Zanella, Lucas Bambozzi e Roberta Carvalho
Mediação: Giselle Beiguelman
Workshop

13h – 18h Pintura de Letra Popular – Filipe Grimaldi

Workshop

13h – 18h Collage Gustavo Amaral

Workshop

13h – 18h Modelagem de Personagens – Toco-Oco

Workshop

13h – 18h Video Mapping Washie Pichinin

Walk Tour
15h Manuela Colombo
Bike Tour
15h Renato Goes
Music Session

18h - 19h

Music Session

18h - 19h

Dettona Session

18h - 19h

Dettona Session

18h - 19h

Performance

20h - 22h VJ Suave

Performance

20h - 22h VJ Suave

Performance

12h - 14h Anne Galante

Performance

20h - 22h VJ Suave, VJ Zaniz e amigos

Entrada livre* Entrada livre* Entrada livre* Entrada livre*


*Sujeito a lotação.

Line-Up

Gleo, Coletivo MUDA, Anne Galante, Fernando Chamarelli, Criola, Renan Santos, João Lelo, Toco-Oco e VJ Suave

Gleo

(CALI, COLOMBIA)

A artista urbana e muralista Gleo, nascida e criada em Cali, na Colômbia, é um dos nomes mais promissores e inovadores da nova cena latino-americana de arte pública. Com tinta látex, pincéis e rolos de pintura, e usando ainda referências pictóricas de animais e simbolismos espirituais, a artista cria personagens vibrantes e fantasiosos inspirados nas tradições e na cultura colombiana. As cenas místicas, coloridas e detalhadas de Gleo já chamam a atenção em diversas cidades ao redor do mundo.

Coletivo MUDA

(RIO DE JANEIRO, BRASIL)

Formado pelos designers Bruna Vieira e João Tolentino, e pelos arquitetos Diego Uribbe, Duke Capellão e Rodrigo Kalache, o Coletivo MUDA, do Rio de Janeiro, vê a cidade como um laboratório de transformação. Com suas composições site specific abstratas e gráficas de azulejos, as intervenções espaciais do coletivo alteram a natureza das cidades. O grupo busca interferir no cotidiano local ao transformar espaços públicos esquecidos ou desvalorizados em ambientes relevantes e coloridos.

Anne Galante

(SÃO PAULO, BRASIL)

A paulistana Anne Galante é formada em Estilo-Moda e, por não concordar com a forma de produção do ramo, criou sua marca focada em tricot e crochet artesanal, a Señorita Galante. Com suas peças gigantes de tricot, a artista propõe um contraponto à era em que tudo é "fast". Enquanto ela tricota, o público interage assistindo a um movimento lento em que ponto a ponto a peça vai se revelando. A partir do sonho de não deixar essas técnicas caírem no esquecimento, Anne promove reflexões sobre consumo e produção consciente.

Fernando Chamarelli

(BAURU, BRASIL)

O artista plástico e ilustrador Fernando Chamarelli é de Bauru, São Paulo, e é formado em design gráfico pela UNESP. Seu interesse pela arte começou com HQs, caricaturas e retratos realistas, e passou pela tatuagem até chegar na arte pública. Suas pinturas são como mosaicos em que as linhas e formas se entrelaçam para criar personagens envolventes. Espiritualidade, mitologia e geometria são alguns dos pilares de seu universo de fantasias e sensações.

João Lelo

(RIO DE JANEIRO, BRASIL)

O carioca João Lelo vive em São Paulo e é artista autodidata. Apesar de ser conhecido por seu trabalho de muralismo, que pode ser visto por todo o mundo, sua produção abrange também pinturas, desenhos, gravuras, vídeos e, mais recentemente, esculturas e objetos. Suas obras têm como característica as composições tridimensionais geométricas de animais e pessoas, representados de forma sintética a partir da interação de formas chapadas, texturas e padrões.

Criola

(BELO HORIZONTE, BRASIL)

Tainá Lima, mais conhecida como a grafiteira Criola, é de Belo Horizonte, Minas Gerais, e é formada em Design de Moda pela UFMG. A primeira porta-voz da nova geração de artistas urbanas brasileiras que utilizam o graffiti como instrumento de afirmação e empoderamento negro, Criola autodenomina-se uma “artivista”. Com inspirações como a diversidade cultural e a flora brasileira, ela busca a conexão com sua ancestralidade através de uma paleta de cores vibrante, com matrizes africanas.

Renan Santos

(CANOAS, BRASIL)

O ilustrador autodidata Renan Santos é de Canoas, Rio Grande do Sul, mas vive em São Paulo. Estudou arquitetura, mas decidiu mudar sua trajetória para fazer o que realmente gostava: desenhar. Do desenho para a gravura em metal, da gravura para a pintura. Hoje em dia trabalha nos três segmentos consecutivamente mantendo sempre a mesma identidade. Seu estilo baseia-se nas histórias ilustradas no século XIX, com desenhos cheios de hachuras feitos em chapas de cobre e impressos manualmente.

Toco-Oco

(SÃO JOSÉ DOS CAMPOS, BRASIL)

Os paulistanos Guilherme Neumann e Lara Alcantara vivem em São José dos Campos, São Paulo, são formados em Artes Visuais pela Faculdade Belas Artes e trabalham juntos há 10 anos. A princípio, a Toco-Oco produzia bonecos para brincar e decorar, apenas com madeira torneada e tecido. Hoje, o casal trabalha com madeira, resina, tecido, cerâmica e cera e produzem bonecos, esculturas, instalações de parede, pinturas, aquarelas, e o que mais vier à mente.

VJ Suave

(SÃO PAULO, BRASIL)

A argentina Ceci Soloaga e o paulistano Ygor Marotta vivem em São Paulo e formam o duo VJ Suave. A dupla propõe um momento único de conexão entre o espectador e a cidade, misturando histórias animadas com vida real. A partir de desenhos rabiscados à mão, eles desenvolvem as animações, que são projetadas com seus "Suaveciclos" – bicicletas criadas com projetores – de acordo com a arquitetura do espaço: paredes, árvores, edifícios e diferentes superfícies da cidade.

Mapa

O Nu festival tem como base a sede do Nubank, na Rua Capote Valente, 39 - Pinheiros, São Paulo.
O espaço, amplo e divertido, recebe todas as talks, workshops, performances e music sessions da programação.
O circuito das artes na rua começa pelo Nubank e vai até o Baixo Pinheiros, em São Paulo.
Veja o mapa para saber onde está cada intervenção e vizinho do festival.

Apresentação

NU Bank



Realização e Curadoria

Intagrafite
Parceria

Tintas Coral
Curadoria Musical

Dettona


Amigos e Vizinhos

StickerSquid
Insecta
Diária
Cutterman Company
Galeria Nacional
Tintas Coral
Tintas Coral
Tintas Coral
Tintas Coral
Tintas Coral
Tintas Coral
Tintas Coral
Tintas Coral
Tintas Coral
Tintas Coral
Tintas Coral
Tintas Coral
Tintas Coral
Tintas Coral
Tintas Coral
Tintas Coral
Tintas Coral